Nutricionista e Fisiologista do Esporte

Minha foto
Palestrante, Nutricionista Clinico Esportivo, Mestre em Ciência da Motricidade Humana,Graduado em Educação Física; ; Atualmente, Consultor Técnico da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO; Treinador de Atividades de Ultra-Endurance; Professor Conferencista - POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO; Experiência na Área de Fisiologia do Exercício e Nutrição Esportiva; com ênfase no Treinamento de Alto Rendimento, Treinamento personalizado e Emagrecimento.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Nutrientes e Desempenho no Esporte

               

Imagem relacionada





 Como Nutricionista do Esportes e Fisiologista, estudo as melhores maneiras para os meus Pacientes e Alunos obterem melhores resultados, ofertando-os os melhores nutrientes para otimizar seu desempenho.

 De modo geral, atletas de Endurance parecem necessitar de três vezes mais carboidratos que proteínas para otimizar seus músculos. Se você estiver utilizando uma quantidade alta de proteína (ou gordura) na sua dieta, você pode estar facilmente com baixo Aporte de Carboidratos. 

Músculos mal nutridos têm um maior risco de se lesionar com exercício. 

 O consumo de carboidratos estimula a libertação de insulina. A insulina regula a quantidade de glicose (açúcar) no sangue e permite que a glicose no sangue entre nos músculos para nutrir os músculos e reabastecer o glicogênio muscular esgotado. Insulina também bloqueia a catabolismo muscular. ofertar carboidratos nos momentos de intervalo, oferece uma vantagem de energia. 

 Em Esportes coletivos como Futebol, Handball, etc, será de grande valia uma bebida carbo-proteína, durante o intervalo. Depois de um treino exaustivo, um atleta de (70 kg) deve consumir cerca de 450 calorias de alimentos no período de recuperação. O meta ideal é 25-30 gramas de proteína + ~ 85 gramas de carboidrato assim que tolerável. 

 A proteína pós-exercício ativa mTOR, uma enzima que se transforma em vias de construção muscular. Enquanto proteína ajuda a construir músculos os carboidratos reabastecem os músculos.

 À noite, picos de hormônio de crescimento entre 10:00 PM e 2:00 AM acontecem, caso Você queira tirar proveito do hormônio de crescimento elevado, forneça a seus músculos estímulos de crescimento. Isso significa que, antes de dormir, comer um lanche com proteína, como queijo cottage, peru, ou frango. (Mas por favor, nem pense em levantar-se no meio da noite para comer.) O sono é mais importante!) 

 Nas primeiras horas da manhã (4:00 da manhã), quando a glicose no sangue está baixando, outro hormônio, o cortisol, aciona os músculos para quebrar em aminoácidos (os blocos de construção de proteína). Estes aminoácidos, em seguida, serão convertidos em glicose e irão normalizar os níveis de glicose no sangue para que o cérebro tenha combustível para funcionar. Um lanche antes de dormir pode ajudar a manter níveis normais de glicose no sangue durante a noite.

 O Nutricionista esportivo pode ajudá-lo a criar um plano alimentar de sucesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário